Sustentabilidade: uma questão estratégica para as empresas

Hoje não há como uma corporação garantir sua competitividade e reputação no mercado sem uma política de sustentabilidade que engaje todos os stakeholders. Sustentabilidade é, mais do que nunca, uma questão estratégica.

Boa parte desse pensamento transformador de sustentabilidade vem da iniciativa privada, que tem incluído a gestão ambiental no planejamento estratégico. 

Por isso, investir em gestão ambiental em sua operação reduz riscos, desperdícios de recursos, melhora a eficiência de custos e permite acesso mais fácil a crédito e financiamentos, entre outros. 

E, para facilitar sua operação, já é possível recorrer à tecnologia por meio de um sistema de gestão ambiental. Veja as vantagens neste artigo.

Como a política ambiental ajuda a reduzir gastos

A política ambiental é um conjunto de ações ordenadas e práticas tomadas por empresas e governos a fim de preservar o meio ambiente e garantir o desenvolvimento sustentável do planeta. 

Ela é direcionada por princípios e valores ambientais que levem em consideração a sustentabilidade.

Mas como, exatamente, as empresas conseguem reduzir os gastos investindo em políticas ambientais? 

Quando optam pela implementação de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA), as corporações alcançam vários tipos de benefícios. 

E não apenas financeiros, como também economia de matéria-prima, menores gastos com resíduos e aumento na eficiência na produção.

As empresas também diminuem os riscos no gerenciamento adequado relativo aos aspectos ambientais. Entre eles, riscos de acidentes, multas por descumprimento da legislação ambiental, incapacidade de obter crédito bancário e outros investimentos de capitais. O resultado é a perda de mercados por incapacidade competitiva.

O Sistema de Gestão Ambiental (SGA) é um conjunto de procedimentos sistematizados pela norma ISO 14001. Seu objetivo é o controlar os processos da empresa e sua relação com o meio ambiente. 

A Norma ISO 14001 especifica os requisitos de um sistema da gestão ambiental e permite à organização desenvolver e implementar políticas e objetivos que considerem os requisitos legais e outros.

Aplica-se também aos aspectos ambientais que a organização possa controlar e influenciar. A norma, em si, não estabelece critérios específicos de desempenho ambiental.

Com base na norma ISO 14001, os elementos de um SGA são:

  • Política Ambiental: A política ambiental dá um senso global de direção e apresenta os princípios de ação para uma organização. Estabelece metas relativas ao desempenho e responsabilidade ambiental, contra as quais todas as ações subsequentes serão julgadas;
  • Planejamento: Com base na política ambiental, a organização deve fazer um planejamento a fim de atender aos requisitos estabelecidos;
  • Implementação e Operação: O processo de implementação e operação do SGA deve ser conduzido de forma a serem atingidos os objetivos e as metas estabelecidas;
  • Verificação e Ações corretivas: Para avaliar a política ambiental, é necessário desenvolver procedimentos para monitorar e medir as principais características das operações e atividades que podem causar um impacto significativo no meio ambiente.
    Ao mesmo tempo, é preciso estabelecer os procedimentos relativos às ações corretivas, que devem ser tomadas para eliminar as causas reais e potenciais, que possam resultar em impacto ao meio ambiente.
  • Revisão do Gerenciamento: Para garantir o comprometimento com a melhoria contínua, a alta administração da organização deve revisar o SGA, de forma a assegurar sua eficácia.

SGA diminui riscos com acidentes e multas 

A implementação de um SGA dentro da empresa contribui para a redução de riscos e de problemas, tais como: 

  • Descumprimento da legislação ambiental, elevando os custos por motivos ambientais decorrentes da aplicação de multa ao poluidor;
  • Riscos de acidentes;
  • Dificuldades nas exportações por falta de cumprimento às certificações ambientais;
  • Perda de competitividade no mercado pela preferência dos consumidores de bens e serviços produzidos por empresas que tenham uma justa conduta em termos ambientais.

De acordo com a ISO 14001 é preciso identificar os aspectos ambientais e fazer a avaliação dos impactos ambientais das atividades realizadas na sua empresa. Ela também a adoção de controles operacionais para reduzir as consequências destes impactos ambientais. 

Os controles operacionais incluem:

  • Programas de gestão de resíduos sólidos;
  • Gerenciamento de efluentes líquidos e atmosféricos;
  • Treinamentos operacionais;
  • Sinalizações.

Como a sustentabilidade ajuda no marketing verde

Já ouviu falar em marketing verde? É uma estratégia usada pelas empresas para mostrar que o seu modo de produção, os produtos ou o comportamento não prejudicam o ecossistema. Ou seja, que adotam a sustentabilidade em seus negócios.

Com todos os problemas ambientais atualmente no mundo, as pessoas passaram a defender e se engajar em práticas ecologicamente corretas. Mais conscientes, passaram a buscar produtos de marcas eco-friendly. 

E com isso forçam as empresas a olhar para o problema e investir em soluções sustentáveis e ações de divulgação. Entre os principais benefícios para as empresas está a criação de um diferencial competitivo em relação à concorrência. 

Além disso, os investidores passam a olhar para sua empresa com outros olhos, visualizando nela um maior potencial. 

Para dar uma ideia, a emissão de títulos voltados para ESG (Environmental, Social and Governance) deve alcançar no mundo US$ 350 bilhões ou R$ 1 trilhão em 2020, 36% mais do o ano passado, segundo previsão do Climate Bonds Initiative (CBI).

Benefícios de um software na gestão ambiental

Contar com uma solução especializada na gestão ambiental facilita a administração e o controle dos processos adotados. É uma grande aliada da empresa.

Um sistema de gestão ambiental ajuda as empresas a implementar processos que reduzem o impacto de uma organização no meio ambiente, ao mesmo tempo em que melhoram a eficiência operacional.

A ferramenta auxilia a organização a atingir seus objetivos ambientais por meio de métodos sistemáticos, planejados e documentados, monitorando o desempenho ambiental, a fim de impulsionar sua eficiência nos negócios. 

A tecnologia fornece uma metodologia capaz de organizar e atualizar medidas de segurança ambiental, permitindo a criação de programas e monitoramento dos objetivos e metas estabelecidos.

A ferramenta pode ser integrada ao seu ERP, permitindo o controle de documentos, treinamentos, manutenção de ativos, identificação de não conformidades, plano de auditoria, entre outros. A gestão ambiental na empresa garante melhoria econômica e social, além de maior competitividade no mercado.

Ficou interessado no assunto? Entre em contato conosco e peça uma demonstração.

Scroll Up