Quais são os impactos da pandemia no setor de manutenção?

O setor de manutenção é responsável por garantir o bom funcionamento das máquinas e equipamentos. 

Desde que foi noticiado o primeiro caso de coronavírus no País, indústrias e empresas brasileiras precisaram paralisar as atividades do chão de fábrica e, consequentemente, interromper a manutenção de ativos.   

Agora, depois de praticamente cinco meses parados por conta do isolamento social, algumas regiões estão retornando às atividades. E, juntamente com isso, tentando se recuperar dos impactos causados pela pandemia.

Sua empresa está preparada para contornar todos os impactos causados pelo novo vírus? 

Veja, neste post, como a pandemia do coronavírus está afetando o mundo da manutenção e o que os profissionais do setor estão fazendo para amenizar os prejuízos. 

Confira!   

Pandemia do coronavírus e os impactos no mundo

Com o surgimento deste novo vírus com potencial pandêmico o mundo entrou em colapso. 

Milhares de indústrias tiveram que suspender suas atividades, regiões inteiras precisaram ficar em isolamento, as pessoas pararam de transitar pelas ruas e o comércio travou. Tudo isso contribuiu para que a economia e o faturamento das empresas fossem afetados.

O desconhecido gerou pânico em muitos setores e empresários e líderes ficaram perdidos sobre como deviam proceder diante de um inimigo como esse. Sem saber, diversos negócios faliram, muitos acabaram endividados e as pessoas ficaram sem emprego. 

Até mesmo agora, após cinco meses desde a divulgação do primeiro caso de coronavírus, as empresas que conseguiram se manter ativas não sabem como superar todos os impactos. 

Principalmente, o que é necessário fazer para se recuperar dos prejuízos que vieram com a paralisação.

Impactos da pandemia no setor de manutenção

Se até o início do ano as indústrias já precisavam lidar com obstáculos, depois do coronavírus as adversidades se tornaram ainda mais complexas. 

A preocupação deixou de ser direcionada apenas à redução de custos e ao pagamento de impostos para se concentrar, também, na superação dos impactos da pandemia.

Assim como em vários outros departamentos, o setor de manutenção foi afetado e muitos profissionais de gestão ainda correm contra o tempo para reverter os prejuízos. 

Entre os principais impactos que vieram com pandemia do coronavírus, destacamos:

Falta de mão de obra qualificada

Conseguir mão de obra qualificada para trabalhar no setor de manutenção já era um desafio. Depois da pandemia, se tornou um problema ainda mais preocupante.

Com muitas empresas tendo que demitir seus funcionários, os líderes precisam optar por manter os profissionais que possuem um bom grau de experiência no campo fabril para reduzir ao máximo os custos e riscos de acidentes.

Algo que, agora, se tornou ainda mais difícil.  

Queda de produtividade

Uma vez que falta mão de obra qualificada para trabalhar no setor, a manutenção de ativos deixa de ocorrer, colocando em risco o funcionamento e bom desempenho das máquinas e equipamentos. 

Como os ativos não estão trabalhando a todo vapor, a produtividade da fábrica cai prejudicando assim os resultados e o faturamento da empresa.    

Acesso limitado a recursos para investimentos

Se a empresa vê cair o seu faturamento, ela fica com recursos limitados para realizar novos investimentos. 

Como não consegue investir no setor ou em outros departamentos, a indústria deixa de evoluir como um todo e, consequentemente, perde infraestrutura e poder para atender bem o mercado.  

Capacidade de arcar com os custos logísticos

A empresa que quer levar até o cliente produtos e serviços de qualidade precisa ter uma logística eficiente. Armazenagem, embalagem, estoque, manutenção de informações, manutenção de ativos, processamento de pedidos, transporte, enfim.

Se não possui processos logísticos bem definidos, não tem como garantir o sucesso das operações, muito menos assegurar que possui capacidade para atender bem a demanda.

Como a paralisação fez cair o faturamento de muitas indústrias, levantar recursos suficientes para arcar com todos os custos logísticos se tornou, também, um dos principais impactos que vieram com o coronavírus.  

Sistema de manutenção: como a tecnologia ajuda a minimizar os impactos? 

Embora a pandemia do coronavírus tenha trazido uma série de obstáculos para o mundo da manutenção, a verdade é que os profissionais do setor já podem recorrer à tecnologia para superar as adversidades.

Por meio de um sistema de manutenção, por exemplo, as indústrias podem controlar melhor as informações da fábrica, também fazer a gestão correta das máquinas e equipamentos.

Uma vez que podem usar de funcionalidades inovadoras para acessar dados e fazer uma gestão rápida e livre de erros, os profissionais responsáveis conseguem tomar decisões mais estratégicas baseadas em indicadores e não suposições.

Com o auxílio da ferramenta, conseguem ainda identificar falhas com antecedência, solucionar os problemas mais rápido e planejar o orçamento para reduzir os custos. Também fazer a gestão multiempresa e gestão das ordens de serviço, e com isso assegurar o bom desempenho do campo fabril.  

Tudo isso reflete diretamente nos resultados da empresa que, ao invés de se preocupar com a pandemia do coronavírus lá fora, passa a ficar mais forte e mais bem preparada para superar os desafios. 

Quais são os impactos da pandemia no setor de manutenção?

Scroll Up