Como a tecnologia otimiza o processo de inventário nacional de resíduos?

Neste post, você verá:

Aproveitando a oportunidade, nós selecionamos um eBook completo e gratuito com o passo a passo para implementação da gestão de resíduos no canteiro de obras. Para baixá-lo, basta clicar no link a seguir.

Baixe o nosso e-book

Mas, agora, vamos ao conteúdo!

Como a tecnologia otimiza o processo de inventário nacional de resíduos?

O Inventário Nacional de Resíduos, instituído pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS – Lei nº 12.305/10), trouxe exigências voltadas a prevenção e redução de resíduos gerados pelas atividades produtivas nas empresas. O post Por que é importante entregar o inventário nacional de resíduos sólidos industriais?, mostra que essa política compartilha a responsabilidade entre os geradores de resíduos. Ela exige práticas e ações estratégicas voltadas a melhoria de seus processos, para fins de conservação ambiental e sustentabilidade.

Na construção civil, a gestão deste processo é complexo, isso porque as atividades de cada etapa da obra, geram resíduos completamente diferentes. Estas diferenças, exigem registro e indicação de tratamentos e destinação específicos para cada tipo de resíduo.

Na limpeza do terreno, os resíduos gerados geralmente são terra, rocha e vegetação. Estes podem ter como destinação final a utilização em aterros. Na montagem do canteiro, sobram areia, brita e madeira, por exemplo, que podem ser utilizados na fabricação de agregados e lenha. Já na fase das instalações hidráulicas e elétricas, os resíduos são de pvc, conduítes (os tubos que conduzem a fiação elétrica), fios de cobre e outras mangueiras, que também podem ser utilizados na fabricação de outros agregados.

Todo este processo deve ser mapeado, e os resíduos gerados nas obras devem ser controlados desde a  geração, separação e pesagem, até o armazenamento, transporte e adequada destinação final. Este controle deve estar em conformidade com a PNRS, e anualmente deve ocorrer a geração do Inventário Nacional de Resíduos atualizado.

Com esta gama de informações envolvidas na geração do inventário, é imprescindível que a sua construtora conte com uma solução tecnológica de Gestão Ambiental. Uma solução especializada traz muita eficiência e segurança para o processo, porque:

  • Atende os procedimentos estipulados na Política Nacional de Resíduos Sólidos.
  • Oferece todos os subsídios necessários para atender os requisitos técnicos voltados ao controle de resíduos na construção civil.
  • Permite que sua construtora estipule critérios para auxiliar na conformidade da gestão dos resíduos, antes mesmo do fato gerador.
  • Fornece monitoramento constante dos resíduos, até sua destinação final.
  • Integrada com faturamento e estoque, permite a gestão da entrada e saída dos resíduos de forma controlada.
  • Otimiza o tratamento diferenciado para cada tipo de resíduo, de acordo com sua característica e quantidade, já que na construção civil resíduos diferentes são gerados.
  • Gera economia à medida que permite o reaproveitamento de resíduos, como madeiras, que podem ser reutilizadas em outras obras, quando são acondicionadas adequadamente e têm sua localização conhecida.

Com confiabilidade nas informações e otimização do tempo, sua construtora pode atuar na busca por procedimentos que  minimizem a geração, facilitem a triagem e segregação dos resíduos, melhorem o armazenamento e acondicionamento, assim como na reutilização e reciclagem.

Fazer a geração do inventário nacional de resíduos, no prazo adequado, com confiabilidade, sem correria, e ainda conseguir atuar na evolução dos processos para sustentabilidade: só uma solução tecnológica pode proporcionar!

Solicite uma demonstração gratuita

Scroll Up