Gestão de frotas: confira 5 tendências para 2017

Neste post, você verá:

Aproveitando a oportunidade, nós temos disponível em nosso blog um ebook completo e gratuito sobre os 5 principais cuidados ao adquirir uma solução tecnológica para gestão de frotas. Para baixá-lo, basta clicar no link a seguir.

Gestão de frotas: confira 5 tendências para 2017

Agora, vamos ao conteúdo!

Gestão de frotas: confira 5 tendências para 2017

Além de desempenhar um papel importante para aumento da produtividade e redução de custos, a gestão de frotas se consolidou também como um diferencial competitivo no mercado. No entanto, isso só é possível com inovações tecnológicas que interagem com as necessidades do meio corporativo e o ambiente dinâmico onde estão inseridas. As inovações surgem pela necessidade de reinvenção e aprimoramento dos processos internos. Na gestão de frotas, as tendências de inovação para 2017 estão, mais do que nunca, buscando otimizar as operações, com aumento da produtividade e redução de custos.

Sabendo da sua importância e da necessidade de inovação, confira 5 tendências da gestão de frotas para 2017 que impactarão o mercado:

#1 Frota mais ecológica

A preservação do meio ambiente é um tema que ganha cada vez mais espaço nas discussões nas organizações. Independente do segmento, as empresas estão buscando soluções ecológicas para substituir a energia poluente. É tendência para 2017 investir em energia ecológica, como o biodiesel, uma vez que reduz os custos por conta dos gastos em excesso de combustível, além de diminuir a emissão de gases poluentes, tornando a empresa uma parceira do meio ambiente.

#2 Manutenção ainda mais eficiente

Por conta do aumento de preço dos produtos de manutenção, como lubrificantes e pneus, é prioridade para 2017 uma manutenção ainda mais eficiente. Diversas são as empresas que optam por deixar de lado a manutenção corretiva e adotar a preventiva, que gera menos gastos à empresa, por se tratar de uma manutenção planejada e que reduz custos. Além disso, o uso de um software de manutenção ideal se tornou essencial para alcançar os resultados desejados.

#3 Maior gestão de segurança no trânsito

Entra ano, sai ano, e a segurança e a saúde no trânsito continua sendo prioridade. Afinal, não se pode ignorar sua ligação direta com o aumento de eficiência da frota, redução de chances de acidentes, além do aumento do bem estar, qualidade de vida e produtividade dos motoristas. Para o alcance dos resultados almejados, é importante o gestor de frotas investir em novas tecnologias, tanto na saúde dos motoristas como no treinamento de direção defensiva, que auxilia na redução de multas, levando em consideração o significativo aumento da fiscalização nas rodovias.

#4 Monitoramento em tempo real da frota

Além de aumentar a segurança, o monitoramento em tempo real permite localizar a carga em qualquer lugar do país, calcular tempo e distância da rota, definir caminhos melhores e menos prejudiciais para os veículos, disponibilizar informações de velocidade, registro de acidentes e desenvolver análise de desempenho dos veículos. A expectativa de gestão de frotas para 2017 é de que mais empresas invistam em geolocalização, tendo em vista as diversas vantagens que a solução proporciona.

#5 Uso de mais tecnologia

Acompanhando o desenvolvimento da Internet das Coisas, a gestão de frotas caminha se tornará ainda mais tecnológica. Com o uso de sensores que interligam objetos reais com o mundo virtual, será possível identificar situações nos veículos como: temperatura, umidade, saúde do motor e problemas nas peças. Os dados coletados são enviados para uma central, interpretados e utilizados de forma que ajudem a otimizar e aumentar a eficiência da gestão de frotas. Segundo a IDC (International Data Corporation), o número de “coisas” conectadas deve chegar a 400 milhões em 2020.

Sobre as frotas autônomas

O primeiro carro autónomo acelerou, mudou de faixa e circulou no tráfego sem um condutor ao volante no final de 2013. O automóvel elétrico Nissan LEAF deu início à tendência dos automóveis autónomos e, segundo a montadora, uma versão comercialmente viável será disponibilizada em 2020. O automóvel autônomo é aquele que dispensa um motorista, e usa apenas computadores para interpretar dados enviados por radares e sensores, para detectar o trânsito ao redor, obstáculos, caminho a ser seguido, entre outras informações.

O Google tem sido líder em testes com veículos sem motorista em vias públicas, e seus autônomos já percorreram mais de 3 milhões de quilômetros. A Volvo e o Uber também tem se movimentado nessa direção. Em essa tendência ganhando força, é provável que nos próximos anos, a tecnologia chegue até as empresas de frotas, que pela cultura de segurança buscada, pode se adaptar muito bem ao modelo.

Muitas das tendências da gestão de frotas para 2017 giram em torno das inovações tecnológicas, que a cada dia se tornam mais acessíveis e aplicáveis. Além de ter influência na redução de custos e aumento de produtividade, as inovações também auxiliam para o aumento de competitividade do mercado.

Fique de olho nas novidades e busque sempre alternativas para melhorar o desempenho da gestão da sua frota!

Gestão de frotas: confira 5 tendências para 2017

Scroll Up