Gestão de Facilities com funcionários próprios ou não: eis a questão!

Neste post, você verá:

Aproveitando a oportunidade, nós temos disponível em nosso blog, um ebook completo e gratuito com dicas de ouro para fazer bom uso de gerenciamento de facilities. Para baixá-lo, basta clicar no link a seguir.

Gestão de Facilities com funcionários próprios ou não: eis a questão!

Sem mais delongas, vamos ao conteúdo!

Gestão de Facilities com funcionários próprios ou não: eis a questão!

De acordo com a Revista Infra, o Gerenciamento de Facilities e propriedades somam o segundo maior custo das organizações, ficando atrás apenas dos custos com folha de pagamento. A revista afirma ainda que o setor vem crescendo em todo o mundo, e no Brasil especialistas estimam a dimensão desse mercado na ordem de R$ 100 bilhões.  Por meio da utilização desses serviços, as empresas buscam dedicar mais tempo ao seu core business, aumentando a sua competitividade.

O sucesso da gestão de facilities envolve a habilidade de identificar e administrar atividades que ajudam a suportar as metas da empresa, agregando valor aos mais diversos serviços, como limpeza, segurança, manutenção predial, paisagismo e outras operações de apoio imprescindíveis ao negócio. Ao centralizar essas atividades de forma organizada e eficiente, a gestão de facilities ajuda na geração de resultados nas empresas.

Um dos primeiros desafios enfrentados pelo gestor de facilities é identificar o melhor formato de fazer facilities: se terceirizado ou com um time interno da empresa.

A terceirização já é muito comum em outras áreas, como no setor de marketing, com contratação de agências para desenvolver campanhas e produzir conteúdo, por exemplo. Na área de TI também é frequente contratar empresas especializadas em outsourcing para gestão dos serviços ao invés de constituir um núcleo de profissionais na própria empresa.

A alternativa de terceirizar determinadas áreas, que não são atividade fim das companhias, é bastante interessante, com ganho de velocidade na implementação de melhorias e liberação de tempo do gestor para focar em ações mais estratégicas para o negócio.

E na área de facilities, é uma boa opção terceirizar? Antes de responder essa pergunta, confira o quadro abaixo, com vantagens e desvantagens da terceirização da gestão de facilities:

Vantagens Desvantagens
Ganho de velocidade de implementação dada a experiência do especialista contratado. Resistência interna e necessidade de adequação cultural.
Obter maior produtividade nos serviços, no controle gerencial e dos custos. Possível necessidade de redução do quadro fixo de pessoal, inicialmente.
Redução de problemas operacionais. Necessidade de gestão dos contratos com fornecedores .
Maior acesso a inovação e melhores práticas. Perda de capacidade interna para a realização das atividades.
Mais tempo gerencial dedicado a gestão estratégica e foco no negócio. Necessidade de revisões contratuais, se for necessário aumento do escopo dos serviços.

Independentemente da sua escolha, se montar um time interno ou terceirizar, a gestão de facilities deve estar intimamente ligada ao planejamento estratégico da empresa, assim como apoiada em tecnologia para trazer qualidade e produtividade à gestão. Existem softwares especialistas nessa área com o objetivo de proporcionar excelência operacional às rotinas diárias de facilities, possibilitando redução no tempo de atendimento, análises para melhoria contínua e até redução dos custos.

Solicite uma demonstração gratuita

Scroll Up