Por que fazer a manutenção de ativos na construção civil?

Neste post, você verá:

Aproveitando a oportunidade, nós selecionamos um eBook completo e gratuito sobre a construção civil e os ganhos obtidos com a manutenção preventiva de máquinas. Para baixá-lo, basta clicar no link a seguir.

Baixe o nosso e-book

Agora, vamos ao conteúdo!

Como uma construtora pode se destacar no cenário brasileiro? É necessário contratar mão de obra qualificada, utilizar tecnologia de ponta e fazer a manutenção de ativos da construção civil. Essa medida vai evitar paradas não programadas que provocam atrasos nas obras. Além disso, ela dá mais segurança para os funcionários e maior eficiência operacional. O que acha de conhecer as estratégias para melhorar a sua competitividade no mercado? Acompanhe!

Por que fazer a manutenção de ativos na construção civil?

A manutenção programada dos ativos na construção civil evita paradas inesperadas na execução dos empreendimentos e a dispensa de funcionários por falta de equipamento. Somado a isso, ela contribui para manter a produtividade dos colaboradores e dar mais agilidade na obra. Veja outros motivos para realizar a manutenção preventiva:

Proteção do patrimônio

A manutenção preventiva dos equipamentos aumenta a vida útil das máquinas. Isso reduz a chance de falhas durante a execução de uma obra e evita a degradação dos equipamentos e máquinas. Ao fazer inspeções rotineiras é possível eliminar defeitos e proteger o patrimônio financeiro da empresa, visto que elas apresentam um alto custo de aquisição.

Redução de custos

O custo da manutenção preventiva dos equipamentos costuma ser menor do que de uma situação emergencial. Isso porque ela evita que as peças sofram um desgaste excessivo ou até quebrem, o que provoca problemas maiores.

Além disso, ao programar a manutenção de ativos na construção civil você pode escolher um local de confiança para o reparo. E, ainda, é possível agendar a revisão em um momento oportuno, ou, principalmente, em um horário em que a obra não necessidade da máquina em operação.

Somado a isso, você consegue negociar preços e pesquisar os melhores locais para adquirir produtos como pneus ou lubrificantes. Em longo prazo, essa simples atitude poderá economizar recursos da construtora.

Mais segurança para funcionários

Você não quer que um funcionário se machuque durante uma obra, correto? A manutenção preventiva das máquinas também protege os operadores de possíveis acidentes.

Segundo dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, ocorreram 81.949 fraturas devido aos acidentes de trabalho em 2016. A pesquisa também identifica que é registrado um acidente a cada 53 segundos. Para evitar que essa estatística aumente, é fundamental se preocupar com a manutenção de ativos na construção civil.

Assegurar o cumprimento do cronograma de obras

Para garantir a credibilidade da construtora, é essencial cumprir o cronograma de obras e prazo de entrega. Por isso, é necessário planejar também o período de manutenção preventiva dos equipamentos com o intuito de evitar paradas durante a obra e dispensa de funcionários. Sendo assim, é necessário ter atenção especial aos equipamentos como guindastes, betoneiras e retroescavadeiras, pois eles poderão atrasar a obra em alguns dias se precisarem de um reparo não programado.

Como melhorar a competitividade no mercado?

Para assegurar que a construtora possa manter sua eficiência operacional a fim de se destacar no mercado, é importante ficar atento às seguintes questões:

Gestão de frotas e manutenção de ativos na construção civil

É necessário planejar todas as etapas da obra, inclusive o deslocamento da frota. Como os equipamentos são pesados, é recomendável evitar o transporte desnecessário para reduzir os custos. Avaliar a logística e o fluxo do canteiro de obras faz parte dessa rotina de gestão de frotas. Ademais, é preciso fazer o controle de abastecimento e lubrificação das máquinas para evitar que elas parem de funcionar no meio da obra. Verificar a vida útil dos pneus também faz parte desse monitoramento, pois eles podem reduzir a produtividade operacional.

Uso de materiais e equipamentos de qualidade

A escolha dos produtos e equipamentos também impacta diretamente na qualidade da obra. Por isso, deve-se ter atenção na escolha desses itens na hora de planejar os trabalhos para evitar que etapas do empreendimento precisem ser refeitas por problemas estruturais ou de infiltração. O profissional responsável pela obra deve fazer uma lista dos materiais que serão utilizados e agendar as entregas. Ao evitar compras em excesso consegue-se reduzir o desperdício e, consequentemente, o custo da obra, sem prejudicar a qualidade.

O uso de equipamentos modernos também contribui para melhorar o nível de competitividade. Somado a isso, é fundamental monitorar a taxa utilização das máquinas para garantir a produtividade e agendar revisões.

Contratação de mão de obra qualificada

A contratação de profissionais com experiência e qualificação também pode garantir um diferencial para sua obra. Esses trabalhadores conseguem desempenhar as atividades sem exigir muito auxílio e orientação, o que dá mais agilidade para a construção.

Uso de tecnologia para monitorar desempenho

A gestão e monitoramento de informações é imprescindível para assegurar a entrega da obra dentro do prazo e com a qualidade prometida. Para isso, podem ser utilizadas ferramentas que monitoram a produtividade dos funcionários, a eficiência operacional e o abastecimento. O Mnt, da NG Informática, permite a gestão completa dos materiais e o controle dos insumos como estoque, ferramentas e equipamentos. Ele também permite administrar a mão de obra de terceiros.

A solução possibilita uma visão real da manutenção ao facilitar a elaboração de relatórios e análise de indicadores. Ela tem recursos para que o profissional consiga planejar as manutenções e acompanhar as ordens de serviço. O gestor de manutenção pode extrair informações dos relatórios e painéis de indicadores para avaliar os custos da manutenção de equipamentos, mão-de-obra e outros itens que podem influenciar na redução da perda financeira da empresa.

Uma grande vantagem é que a ferramenta possui um aplicativo integrado com o Módulo Manutenção de Ativos. Assim, fica muito mais fácil de fazer a gestão de ordens de serviço de qualquer lugar, basta possuir um smartphone ou tablet. O grupo Madem S/A Indústria e Comércio de Madeiras e Embalagens é líder mundial na fabricação de bobinas de madeira. A empresa utiliza os módulos de Manutenção de Ativos e conseguiu evitar desperdício de tempo e materiais.

E aí, vai fazer como a Madem ou vai continuar perdendo dinheiro? Utilizar uma ferramenta moderna e confiável é uma excelente maneira de organizar a manutenção de ativos na construção civil e diminuir os custos da construtora. Aproveite para conhecer o Mnt ainda hoje e comprove seus benefícios!

Solicite uma demonstração gratuita

Scroll Up